quarta-feira, julho 26, 2006

Escrever uma carta, ler uma carta



Há na Fermento parelhas que se criam sem querer: a Margarida Botelho trouxe-nos (finalmente!) novos postais com casas e gatos e histórias, para receber outras histórias lá dentro, selar e enviar. Poucos dias depois chega Luisa Lourenço com dois magnificos pufes para preguiçar, sentar, e quem sabe ler uma carta...:)

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial